Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Camellia

Um (possível) guia para 2017

fmd_cru6otk-cathryn-lavery.jpg

 

 

O fim do ano traz alguma ponderação e balanço sobre o que vivemos nos últimos  meses. Pensamos no que conseguimos alcançar através do nosso esforço e nas oportunidades disfrutadas. Felizmente estamos sempre a aprender e temos por isso a hipótese de reajustar alguns hábitos aos objetivos planeados. Partilho assim algumas sugestões que funcionam comigo.

 

 

Para cada mês podemos definir objetivos, os quais  representem algo a concluir até o final dos 30/31 dias ou algo mais a longo prazo. Nesse caso, em cada mês poderão avaliar o que conseguiram alcançar que contribuiu para no futuro atingir essa meta. Em cada semana importa definir prioridades de acordo com o estabelecido para assim evitar dispersar e perder o foco! Para além disso, à medida que subimos pequenos degraus, a satisfação e confiança aumentará.

 

 

Talvez um plano mais conciso que incluia determinar o tempo dispensado diariamente nesse objetivo ajude (e muito!) para avançar gradualmente e nutrir a sensação de missão comprida. Estamos realmente a investir e a verificar que algo se modifica!

 

 

 

Estejam atentos aos pequenos momentos pelos quais devemos agradecer. Muitas vezes, e falo por mim, apenas  centramos-nos no que queremos mudar e melhorar, não deixando espaço para reconhecer que há factores a valorizar e que o nosso bem-estar não deve estar limitado por esses objectivos. Até porque, quando algo não sucede como o esperado, o melhor será salientar tudo de positivo que conseguimos e manter a perseverança.

 

 

 

 

 

 

Competências Digitais

 

Aprender sobre marketing digital.jpg

 

 

A Google lançou recentemente uma iniciativa que propõe a aquisição via online, certificada e gratuita de competências digitais que prometem facilitar e potenciar a capacidade de lançar e promover um projecto. Como sabemos a presença online é um factor de grande peso, o qual possibilita esbater barreiras e chegar a  um grande número de potenciais interessados. Deste modo, o Atelier Digital permite, ao longo de todos os módulos, entender conceitos e estratégias essenciais que fomentem uma difusão eficiente do nosso projecto. Para além da componente online, que abrange tutoriais e respectivas avaliações, no primeiro trimestre do próximo ano cursos presenciais serão desenvolvidos em algumas cidades do país

 

 

 

Make your home healthier

Home tips.png

 

 

 

 

O nosso bem-estar passa muitas vezes pelo cuidado e estima do nosso lar. Através de pequenos gestos e atitudes, podemos melhorar a higiene da nossa casa e promover uma melhor manutenção do espaço.

 

 

Recomenda-se a lavagem da roupa da cama todas as semanas pelo menos a 60º, de modo a eliminar ácaros, bactérias e vírus.

 

As torneiras acumulam muitos germes nocivos, importa lavar semanalmente com desinfetante. Também se aplica esta indicação às maçanetas.

 

Antes de puxar o autoclismo deve-se fechar a tampa da sanita, de modo a evitar a contaminação de objetos com bactérias. Devemos ainda mantê-la fechada.

 

Para além da troca a cada 3 meses, a escova de dentes deve ficar, preferencialmente, guardada dentro de um armário. Ainda se recomenda que cada escova seja guardada isolada das outras para não ocorrerem contaminações.

 

Os caixotes do lixo com pedal são mais higiénicos, pois minimizam o risco de transmissão de germes através das mãos.

 

 

 

Nova edição BMAG

unnamed.jpg

 

 

 

Sai mais uma edição da revista BMAG, na qual tenho o prazer de manter presença. Desta vez o tema refere-se a uma escolha mais ao menos generalizada: aprender online. De há uns meses para cá tenho coleccionado algumas opções muito interessantes, as quais permitem-nos aprender em qualquer lugar e gratuitamente, uma grande vantagem hoje em dia. As disciplinas ou matérias, como quiserem, são múltiplas e inserem-se nas mais diferentes áreas do conhecimento. Esta revela-se uma alternativa mais produtiva para aproveitar o tempo livre. Acedem ao site da revista e fiquem a conhecer, não só o meu artigo, como muitos outros de qualidade. Precisam apenas de fazer o registo ;) 

 

 

 

Um óptimo fim-de-semana para quem está desse lado!

 

 

 

Ideias Sustentáveis

Ideias Sustentáveis1.png

 

 

Pouco é o tempo que precisamos de dispensar para tomar consciencia e assim alterar alguns comportamentos que contrariam o conceito de sustentabilidade. De modo a respeitar e poupar os recursos extinguíveis, simples medidas involucradas no nosso quotidiano podem contribuir para  reduzir, reutilizar e reciclar.

 

Cada vez encontro mais vantagens em reduzir. As compras são frequentemente impulsionadas por um estado emocional que genera vontade de consumir. Em outros momentos queremos convencer-nos de que precisamos de mais quando na realidade o que temos é suficiente, ou mais que suficiente. Vamos ao menos pensar no trabalho que temos em arrumar e organizar todos os objectos que vamos juntando! Planear ajuda a minimizar gastos e a efectuar escolhas mais acertadas. Sobre o que tém a mais, já sabem, doar a quem precisa e vender. Até pode correr bem e sites de venda não faltam.

 

Reutilizar implica por vezes alguma imaginação dependo do material em questão. Algo muito fácil de aplicar que permite reutilizar a água é deixar uma bacia sempre guardada no quarto de banho de modo a não desperdiçar a água fria que corre antes de aquecer.

 

Fechar a torneira enquanto lavamos os dentes.

 

Desligar as triplas, aparelhos e interruptores quando não usufruimos do seu uso.

 

Aproveitar o reverso das folhas ou até mesmos aquele espacinho em branco que ainda pode dar jeito para apontar algum contacto ou outra pequena nota.

 

Separar o lixo para a reciclagem, não esquecer os óleos alimentares, estes danificam os canos e dificultam o tratamento das águas. Consultem o site da Agência Portuguesa do Ambiente e saibam mais sobre a reciclagem do óleo e outros elementos.

 

Trocar o uso de sacos de plástico por sacos de pano.

 

Se possível optar por produtos elaborados com material reciclado.

 

Comprar a granel evita acumular plástico e permite reutilizar imensas vezes os recipientes em vidro, material que traz menos impacto ao ambiente. Este pode ser reciclado infinitas vezes sem perder qualidade ou pureza do produto. A sua decomposição não prejudica o ambiente devido aos materiais usados.

 

Também no aspecto da conservação apresenta pontos fortes, uma vez que é inerte, não reage quimicamente e resiste a mudanças de temperatura, carga, humidade, permitindo que o produto mantenha todas as suas qualidades. Adicionamos ainda a componente estética (apelativa) e versátil.


Optar por esta estratégia de compra permite seleccionar uma medida mais ajustada ao que precisamos e poupar no caso, por exemplo, dos frutos secos e especiarias. Para além das mercearias tradicionais, parece que também o Intermaché, Jumbo e Continente possibilitam esta opção em modo self-service. Como devem ter percebido não é uma medida que ainda tenha aplicado, mas considero sem dúvida experimentar. 

 

 (se quiserem aprender uma forma gira de fazer rótulos para as embalagens visitem este link!) 

 

Adicionavam alguma sugestão que aplicam no vosso dia-a-dia? :)

 

 

 

 

 

Travel | Apps e Sugestões

5568e3eb4866731fe14e554de06898f4.jpg

 

 

Após alguns meses passados entre idas e voltas para Madrid, senti vontade de partilhar algumas sugestões simples que contribuiram para facilitar as viagens.

 

Antes de mais nada importa procurar informação relativa às diferentes redes de transporte. Devem estar a par dos horários, condições, trajectos necessários e aspectos específicos relacionados com as deslocações. No youtube encontram com certeza vídeos que podem facilitar a tarefa de escolher o melhor transporte para sair do aeroporto, entre outras dicas. A Rome2Rio pode indicar-vos os diferentes meios de deslocação, tempo e custo para chegarem ao vosso destino. 

 

A UBER, presente em cada vez mais cidades, pode ser uma salvação quando algo não corre como esperado. A aplicação torna o processo fácil e rápido. Se preferem o serviço de táxis, convem manter alguns números na agenda ou ter o número de alguém a que possam recorrer em caso de urgência.

 

Em relação à bagagem, aconselho vivamente a escolher apenas o essencial, principalmente se vão de mochila às costas. Roupa confortável não pode faltar e recomendo que incluam peças que combinem entre si. Não se percam em opções, tentem sim planear outfits dentro de um certo leque de tons. Poupam com certeza espaço e peso na mochila/mala. Ainda em relação a este aspecto, a solução para não chegarem com a roupa cheia de vincos é enrolar as peças. Criar uma espécie de rolo não deixa vincos na roupa e permite também ocupar menos espaço.

Evitem ocupar as mãos e tentem dividir os diferentes objectos por categorias e em compartimentos, se possível. Desta forma levam tudo mais organizado e encontram com facilidade o que procuram. Artigos de valor ou dinheiro devem ser guardados em bolsos mais interiores, por vezes quando abrimos a mochila/ mala à procura do bilhete de metro, por exemplo, podem cair ou ficar expostos.

 

Relativamente à procura de voos sugiro o Skyscanner e o Hopper. O primeiro, como a maioria deve saber, permite uma busca transversal a várias companhias e ainda a notificação da alteração de preços. No caso do Hopper este ajuda a prever a alteração de preços relativa ao voo do nosso interesse. Assim conseguimos ter uma melhor percepção sobre o timing certo para comprar a viagem.

 

No que toca ao alojamento e à experiência em si como explorador de um novo lugar, sugiro que antes de correr as diferentes opções na ampla esfera dos hóteis e hostels (Booking, Trivago,Trip Advisor, Hoteis.com), passem pelo Airbnb, um serviço comunitário presente já em vários países. Este permite encontrar quartos, apartamentos e casas com valores diversos. Em alguns casos pode compensar optar por esta opção, para além de proporcionar uma experiência diferente. Podem pesquisar por localização, data, faixa de preço e número de pessoas, de modo a obter uma grande quantidade de alternativas.

 

Na procura de uma vasta gama de serviços a app Yelp pode ajudar a encontrar o que procuram! Em diferentes categorias e segundo a vossa localização, são propostos uma série de espaços que correspondem ao que necessitam. Encontram avaliações, vídeos e filtros que permitem refinar a vossa procura.

 

Para se sentirem mais confiantes em relação ao idioma experientem o Duolingo ou o Pons.

 

O Wifi Finder pode ajudar na procura das redes mais próximas, indicando o nível de segurança de cada uma.

 

O XE Currency Converter é uma ferramenta de conversão acessível que muda uma moeda em várias outras ao mesmo tempo. É actualizado em tempo real de forma a permitir uma taxa realista.

 

Espero que sejam alternativas úteis nas vossas futuras viagens! :)

 

 

 

Conservar a roupa | Dicas e Sugestões

0456385d6c7ad812b2aaa6f34ff64d4f.jpg

 

 

Algumas sugestões para conservar e aumentar a durabilidade da roupa podem ser de grande utilidade. Num momento em que começamos gradualmente a trocar algumas peças do armário convem saber alguns simples truques para manter a roupa como nova, ou quase.


O primeiro passo prende-se com a leitura e interpretação das etiquetas, não esquecendo que cada tecido tem as suas exigências. O caso da seda, por exemplo, é um dos mais exigentes. Trata-se de um material muito delicado, sendo que no momento de lavagem devemos optar por lavar à mão e pendurar, tendo em atenção o material do cabide. No caso de serem de madeira estes tém por vezes imperfeições que podem danificar a peça.

 

Evitar lavar com frequência as calças de ganga. Quando o fazemos devem estar do avesso e com recurso a água fria. É aconselhado não sobrepor com outras calças no momento de guardar, sendo assim mais indicado pendurar. 

 

As peças de couro devem ser penduradas com cabide com prendedor, mas sem esquecer um importante detalhe, incluir o uso de cartões para proteger o tecido das marcas.

 

Os sapatos devem ser guardados de pé e em espaço fresco e ventilado, actualmente vários modelos de arrumação permitem uma arrumação funcional do calçado.

 

No caso das malas, estas não devem ser mantidas penduradas, mas sim ordenadas em prateleira ou gaveta, utilizando algum material para preencher, como o papel de jornal e assim manter a forma.


Os casacos de pele não devem ser usados em dias de chuva. De modo a prevenir e tratar manchas importa recorrer a produtos específicos. Para limpar basta passar um pano húmido.


No caso dos soutiens, estes devem ser substituidos quando perdem a elasticidade, aproximadamente após seis meses de uso. No momento de guardar não convem dobrar, mas sim empilhar.

 

Peças de tricot, lã e outras malhas devem fugir dos cabides, uma vez que estes acabam por deformar as mesmas. A solução é dobrar e guardar em gavetas ou prateleiras. 

 

No caso dos biquinis, estes devem ser lavados à mão com água fria e espremendo cuidadosamente. No momento de secar não convem expor diretamente ao sol de modo a não danificar as fibras do tecido. 

 

Não devemos também esquecer abrir de vez em quando o guarda-roupa e deixar arejar um pouco. Também no caso das gavetas é importante retirá-las, limpar com um pano seco e deixar também arejar durante algum tempo.

 

Estas são algumas dicas simples que podem ajudar apreservar o que compramos e adiar a compra de novas peças. Alguma dica em especial que gostariam de acrescentar? ;)