Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Camellia

Para não esquecer

a293bb98c9691bf76bceee5e82b15513.jpg

 

Ontem à noite durante o jantar apanhei por acaso uma Reportagem Especial na Sic, uma das melhores. Durante os 25 minutos que decorrem deste o início, sentimos um abanão que nos deixa a pensar num trilião de coisas realmente importantes e que devem permanecer connosco.

 

A reportagem mostra-nos uma semana numa colónia de férias onde convivem crianças cegas e crianças que veem. Os testemunhos de todos eles são impressionantes. Chega até a ser difícil descrever o impacto que têm. Todas as palavras ditas fazem-nos pensar como por vezes conseguimos ser tão ingratos e insatisfeitos com o que somos e temos. Porquê reclamar e discutir tantas vezes por questões sem importância nenhuma? Porquê valorizar frivolidades quando existem pessoas que com obstáculos maiores conseguem contornar essas dificuldades e superar-se? Estas crianças que nos dão a conhecer um pouco da sua vivência com a ausência de visão (sentido) são grandes exemplos.

 

Ainda nos é despertada outra questão, a importância de as crianças que veem serem educadas no sentido de compreender e ajudar quem precisa. Deviam ser promovidas mais actividades assim, para que desde pequenos aprendam a lidar com situações diferentes de um modo natural e humano sem preconceito ou exclusão. Uma das iniciativas durante a colónia foi colocar as crianças que veem com os olhos vendados durante a execução de algumas tarefas do dia-a-dia. Uma ideia genial e simples que os fez perceber de imediato as dificuldades dos colegas e como a entreajuda é tão importante.

 

Não deixem de ver!!

8 comentários

Comentar post