Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Camellia

Flores

Flores de Afonso Cruz.JPG

 

de Afonso Cruz foi o livro eleito para tentar repescar o gosto pela leitura. Depois de ler uma ou duas entrevistas com o autor, fiquei convencida de que esta (boa) novidade no mundo literário me traria uma nova vontade de me deixar imergir nos livros. No conhecimento de algumas palavras centrais da história, morte, memória, amor  e um pouco do fio condutor que as interliga, fiquei convencida de que esta seria a melhor escolha. O que encontrei nas referências do escritor aos temas do seu livro fizeram sentido. A urgência de viver e deixar um estado anestesiado é uma das mensagens mais proeminentes da história e num tom próximo e familiar aproximamo-nos de imediato à sucessão das situações. 

 

Ao longo da leitura (já avançada!) vou marcando as minhas passagens preferidas para guardar e reler mais tarde. A escrita fluída e cativante deixa-me crer que provavelmente irei explorar outras histórias deste autor multifacetado.  

7 comentários

Comentar post